Cheesecake de chocolate


Mais uma receita de cheesecake, mas eu tenho uma explicação, tá? Eu saí para comprar cream cheese para a receita anterior e cada potinho estava custando por volta de R$ 4,00 por 150g. Eu precisava de 1 kg. Só pensa no custo! 
Peguei os potinhos como se estivesse carregando ouro e eis que, quando vou caminhando em direção a fila do caixa, eu vejo um pote de 3,6 quilos de cream cheese por R$ 20,00. Na hora o meu marido pegou o pote e disse: Leva!!!! Eu tentei argumentar que era uma quantidade absurda, mas ele me respondeu dizendo que eu deveria fazer um monte de cheesecake. Enfim, concordei. 
Cheguei em casa e mandei ver.

Ingredientes:
900g de cream cheese
190g de açúcar 
1 colher (chá) de extrato de baunilha
4 ovos
200g de chocolate escuro, grosseiramente picado

Para a base
200g de biscoitos digestivos –substituí por Oreo
2 colheres (sopa) de cacau em pó
150g de manteiga sem sal, derretida

Modo de preparo:

Pré-aqueça o forno a 150 °C. Forre o fundo de uma forma de 23 cm de diâmetro com papel manteiga e cubra as laterais com papel alumínio para que não entre água quando estiver assando.
Em um processador, triture os biscoitos até formar uma farinha bem fina. Ainda com o processador ligado, despeje lentamente a manteiga derretida. Retire do processador essa mistura e coloque-a na forma. Pressione bem com a palma da mão ou com as costas de uma colher até cobrir toda a base. Leve para refrigerar enquanto prepara o creme.
Coloque o cream cheese, o açúcar e a baunilha no bowl da batedeira e, utilizando um fouet ou o batedor tipo “raquete” da batedeira, bata em velocidade lenta até obter uma mistura lisa e cremosa. Com a batedeira ainda ligada, adicione os ovos, um de cada vez. Certifique-se de raspar as laterais do bowl sempre que precisar.
Derreta o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas, tomando cuidando para não deixar queimar. Coloque um pouco do creme no chocolate derretido e misture delicadamente. Despeje essa mistura no creme restante e mexa até ficar homogêneo. 
Retire a base do cheesecake da geladeira e despeje o creme por cima. Em uma assadeira maior, coloque a forma do cheesecake dentro. Preencha a assadeira com agua até atingir a sua metade. Leve o cheesecake para assar por 40-50 minutos, verificando regularmente após 40 minutos para se certificar que não está queimando. Teste sacudindo a forma – o recheio deve tremer levemente.
 Desligue o forno e deixe o cheesecake esfriar dentro dele, depois cubra-o com papel filme (tome cuidado para não encostar no creme) e leve-o para refrigerar antes de servir.
Se desejar, prepare uma calda de chocolate para cobrir o cheesecake. 

Rendimento: 10-12 fatias.
Receita do Livro the hummingbird bakery cookbook

Cheesecake de limão siciliano com mirtilo e framboesa


Hoje, ao escrever esse post, meu pensamento voou longe.
Lembrei de muitas coisas que já me aconteceram e que me trouxeram até aqui. Há 14 anos atrás eu comecei uma história com a gastronomia. Tinha um prazer imenso por cozinhar, principalmente doces. Por conta disso fui parar na faculdade de gastronomia e abri meu primeiro atelier de doces. Passados alguns anos eu abri uma loja de bolos e acabei encerrando as atividades. Me frustrei muito e comecei a questionar sobre o que eu queria fazer futuramente e o por que desse tempo perdido. Conversando com uma pessoa, ela me disse que eu me apegava muito as coisas ruins e que eu deveria levar comigo só as coisas boas. Na hora foi difícil compreender.
Hoje trabalho com fotografia de comida e food styling e, ouvindo um professor, no curso de fotografia, falando sobre a importância de ter uma boa formação na área a fim de melhorar uma imagem, compreendi que o caminho percorrido foi necessário.
Ah, outra coisa que mudou durante esses anos foi a minha paixão por cozinhar. Estou em uma fase da vida que ando sem vontade. Cozinho todos os dias por obrigação e não por prazer. Acreditem ou não, mas os posts aqui são feitos com o intuito de praticar a fotografia e não mais para testar as receitas.  Comer eu continuo gostando da mesma que forma que antes, não mudou nadinha. 😁
Bom, mudando de assunto, eu já fiz um cheesecake desse mesmo livro mas resolvi que já estava na hora de preparar outra receita do Eric Lanlard. Na realidade o cheesecake foi levemente modificado; o que era para ser Manhattan acabou virando cheesecake de limão siciliano com mirtilo e framboesa e foi servido com um curd de limão siciliano que eu já preparei aqui.


Ingredientes:

Para a base
75g de manteiga sem sal, mais o suficiente para untar a forma
300g de biscoito maisena triturado

Para o recheio
1 kg de cream cheese (o mais seco possível)
250g de açúcar + 2 colheres (sopa)
3 colheres (chá) de farinha de trigo comum
1 colher (chá) de essência de baunilha
Raspas da casca e suco de 1 limão siciliano
3 ovos grandes
300 ml de creme de leite azedo
100g de mirtilo
100 de framboesa

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno a 180 °C. Unte o fundo e as laterais de uma forma de aro removível de 24 cm de diâmetro e forre o fundo com papel manteiga.

Para a base
Derreta a manteiga em uma panela media e incorpore o biscoito maisena triturado. Pressione bem para recobrir todo o fundo da forma preparada. Leva para assar em forno preaquecido por 10 minutos. Deixe esfriar sobre uma grande enquanto prepara o recheio.

Para o recheio
Aumente a temperatura do forno para 220 °C.
Em um processador, misture os mirtilos e as framboesas com 2 colheres (sopa) açúcar. Se desejar, passe o coulis em uma peneira para retirar as sementes. Reserve
Bata o cream cheese na batedeira na velocidade média-baixa, por uns 2 minutos, até ficar cremoso. A seguir, junte o açúcar aos poucos e depois a farinha. Continue batendo, enquanto adiciona a baunilha, as raspas da casca e o suco de limão. Acrescente os ovos, um a um, e incorpore o creme de leite azedo, até obter um creme homogêneo, volumoso e aerado.
Despeje metade do recheio na forma com a base e distribua metade do coulis e, com um palito, fazendo movimentos circulares, mescle os dois.
Repita o procedimento com o restante do creme de queijo e do coulis. Leve para assar por 10 minutos, então, abaixe a temperatura do forno para 140 °C, e deixe assar por mais 25 minutos. Teste sacudindo a forma – o recheio deve tremer levemente. Desligue o forno e deixe o cheesecake esfriar por 2 horas, sem abrir a porta. O cheesecake pode rachar levemente ao esfriar. *





Serve de 10-12 pessoas.
Receita do Livro Feito em Casa, de Eric Lanlard. Ed. Larousse.

*Assei o cheesecake em banho-maria. Para isso, cobri as laterais e o fundo da forma, envolvendo-a bem em papel alumínio. E importante tomar cuidado para a água não entrar dentro da forma.

Cookies de banana, aveia e amêndoas


Confesso que cada vez mais tenho dificuldade em continuar escrevendo os textos que antecedem a receita. Acho que é a idade, pois tenho notado que ando meio sem paciência para algumas coisas. Na realidade, estou me tornando uma pessoa muito prática e isso me deixa um pouco confusa.
Escrevi e apaguei diversas vezes o texto. Tinha vontade de contar sobre a minha fascinação pelas revistas da Donna Hay, ou talvez contar sobre a minha primeira compra em sua loja há 5 anos atrás e que até hoje guardo as caixas, o papel de seda que embalava as louças e as lindas sacolas marrons com o nome dela escrito em azul. Coisinhas bobas, sabe?
Enfim, como escrevi no parágrafo de cima, as publicações da Donna Hay são apaixonantes, não pela receita em si (já que preciso do Google tradutor para entender), mas pelas maravilhosas fotografias. Dignas de um belíssimo livro!
Esta é uma receita da edição Fresh + Light , nº 8 de 2017. Os cookies são veganos, sem glúten e muito saudáveis.


Ingredientes:
½ copo de banana amassada – 225g
2 colheres (sopa) de manteiga de amêndoas
½ copo de coco ralado – 40g
4 tâmaras frescas sem caroço e picadas – 60g
¼ de copo de linhaça dourada – 45g
1 colher (sopa) de chia branca – usei a preta
½ copo de amêndoas picadas – 80g
1/3 de copo de aveia em flocos – 40g
1 colher (sopa) de extrato de baunilha

Modo de preparo:
Preaqueça o forno a 180 °C.  Forre uma assadeira com um tapete de silicone.
Em uma vasilha misture bem a banana, a manteiga de amêndoas, o coco, as tâmaras, a linhaça, a chia, as amêndoas, a aveia e o extrato de baunilha.
Enrole porções equivalentes a 2 colheres (sopa) da massa e coloque-as na assadeira, deixando um espaço entre elas. Dê uma leve achatada nos cookies.
Asse os cookies por 12-15 minutos, ou até ficarem levemente dourados. Transfira os cookies assados para uma grade e deixe esfriar.

Rendimento: 14 cookies.
A medida de 1 copo equivale a 250 ml.

Muffins de pera, iogurte e chia


Ultimamente tenho buscado bastante por receitas mais saudáveis, que priorizem ingredientes integrais e que, ao mesmo tempo, sejam fáceis de preparar. Encontrei esta daqui e fiz pequenas modificações para deixa-la ainda mais gostosa (minha opinião!). Tenho certeza que diminuí bastante a quantidade de óleo, mas eu não me recordo a quantidade que usei. Por esse motivo postei desta forma.
Existem receitas que devemos seguir à risca, como é o caso dos macarons, mas, em contrapartida, existem outras que podemos modificar e dar a ela o nosso toque pessoal.
Estes muffins ficaram deliciosos e bastante úmidos. Fiz uma fornada deles e congelei para facilitar o meu dia a dia.

Ingredientes:
165g de farinha de trigo
165g de farinha de trigo integral
150g de açúcar mascavo
2 colheres (chá) de canela em pó
2 colheres (chá) de chia – mais um pouco para polvilhar
30g de castanha do Pará - mais um pouco para polvilhar
3 ovos ligeiramente batidos
170 ml de óleo
100g de iogurte grego
1 colher (há) de extrato de baunilha
1 colher (sopa) de fermento em pó
3 peras descascadas e picadas em cubinhos

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno a 180°C.
Em uma tigela grande, misture a farinha, o açúcar, a chia, a canela e a castanha. Faça um buraco no centro e adicione os ovos, o iogurte, o extrato de baunilha, o óleo e o fermento. Com uma espátula, misture até ficar homogêneo. Acrescente as peras e misture delicadamente.
Distribua a massa em forminhas de muffins, devidamente forradas com forminhas de papel. Polvilhe os muffins com um pouco de chia e castanha.
Leve para assar por 20-25 minutos.

Rendimento: 12 unidades.



Cookies com gotas de chocolate


Tirar uns minutinhos do meu dia para tomar uma xícara de café sem açúcar acompanhada de uns cookies enquanto escuto a doce voz da Ana Vilela é mais que suficiente para tornar o meu dia mais gostoso. Coisas simples podem se tornar verdadeiramente prazerosas.
Você já parou para pensar no que te deixa feliz? Ler um bom livro, meditar, correr na rua, ir ao cinema, preparar uma comidinha gostosa, sei lá. Dedique parte do seu tempo para você e seja feliz! 

Ingredientes:
225g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
350g de açúcar mascavo claro
2 ovos
½ colher (chá) de extrato de baunilha
400g de farinha de trigo
½ colher (chá) de sal
2 ½ colheres (chá) de bicarbonato de sódio
225g de chocolate em gotas ou picado grosseiramente

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno a 170 °C.
Peneire a farinha e misture com o sal e o bicarbonato.
Bata a manteiga com o açúcar até obter uma mistura esbranquiçada e fofa.
Adicione os ovos, um a um, e bata novamente até incorporá-los por completo. Ainda com a batedeira ligada, adicione o extrato de baunilha. Desligue a batedeira.
Acrescente a farinha e, usando uma espátula de silicone, misture bem até a massa ficar homogênea. Adicione o chocolate e torne a misturar.
Em uma assadeira, forrada com papel manteiga, coloque porções iguais de massa, deixando um espaço entre elas, e leve para assar por cerca de 10 minutos, ou até as bordas ficarem douradas. Deixe os biscoitos esfriarem ligeiramente antes de retirá-los da assadeira e depois transfira-os para uma grelha para esfriarem completamente. 

Rende 24 biscoitos.
Receita do livro The Hummingbird Bakery cookbook.

Tacos e mini tortillas


A postagem de hoje é sobre uma comidinha que adoramos aqui em casa e o melhor de tudo é que é super-rápida e simples de preparar.
Eu gosto de picar a alface tipo americana bem fininha e colocar nas mini tortillas. Já nos tacos eu prefiro usar um queijo ralado em ralo grosso.
Embora eu goste bastante desse tipo de comida, a minha paixão mesmo é por guacamole, ainda mais se for preparado com avocado no lugar do abacate. Acredito que poderia comer até no café da manhã 😁.


Pico de gallo

Ingredientes:
1 tomate grande (retire as sementes) picado em cubinhos
½ cebola roxa (tamanho médio) picada em cubinhos*
1 jalapeño (pequeno) sem sementes finamente picado
1 dente de alho finamente picado
Suco de ½ limão
2 colheres (sopa) de azeite
Coentro e sal a gosto

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes em um recipiente e conserve na geladeira.

Serve 2 pessoas.
* Depois de cortada, coloque a cebola em uma peneira e lave em água corrente para retirar a acidez.
Serve 2 pessoas.

Guacamole

Ingredientes:
1 avocado picado em cubinhos
1 tomate (retire as sementes) picado em cubinhos
½ cebola roxa (tamanho médio) picada em cubinhos
Suco de ½ limão
1 colher (sopa) cheia de azeite
Coentro e sal a gosto

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes em um recipiente, tomando o cuidado de não amassar o abacate. Conserve na geladeira.

Serve 2 pessoas.

Carne moída com feijão

Ingredientes:
250g de carne moída
½ cebola finamente picada
1 dente de alho finamente picado
1 jalapeño (médio) sem sementes finamente picado*
1 concha cheia de feijão preto sem o caldo
4 colheres (sopa) de molho de tomate**
1 ½ colher (sopa) de azeite
Sal a gosto

Modo de preparo:
Aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho. Acrescente a carne moída e deixe cozinhar. Não mexa muito para que a carne não solte muita água.
Quando a carne estiver cozida e o liquido que se formou tiver evaporado, acrescente o jalapeño, o sal e o feijão. Misture bem e adicione o molho de tomate. Cozinhe por mais 2 minutos, em fogo baixo, e reserve.

Serve 2 pessoas.
* A quantidade varia conforme o seu gosto. Se preferir mais apimentado, dobre a quantidade ou use um jalapeño grande.
** Dê preferência a um molho de excelente qualidade. Molhos prontos, vendidos em saches, geralmente tem um sabor artificial muito pronunciado e isso acaba interferindo nesta receita. O molho deixa a carne mais úmida.

Montagem:
Aqueça os tacos ou as mini tortillas conforme as instruções do fabricante e depois recheias. Sirva acompanhando do guacamole e pico de gallo.
Caso queira, acrescente um pouco de queijo por cima da carne e leve para aquecer por aproximadamente 3 minutos no forno a 160 ºC (preaquecido).

Pão de ricota


Dias atrás comprei ricota para usar no preparo de uma receita que parecia promissora. Só parecia. Gente, ela cheirava peido e tinha gosto de chulé. Ok, eu nunca experimentei chulé, mas eu acho que o gosto deve ser parecido.
Enfim, ficou o resto da ricota na geladeira até que, em um livro, encontrei uma receita de pão. Resolvi testar, pois dizia: "um pão rico, macio e saboroso graças à adição de ovo e ricota". Não deu para resistir.
De fato o pão é tudo isso e eu gostei bastante.


Ingredientes:

500g de farinha de trigo
150g de ricota fresca
50g de fermento fresco 
30g de manteiga
1 ovo
1 gema
220 ml de leite
2 colheres (sopa) de açúcar
12g de sal

Modo de preparo:

Passe a ricota por uma peneira e coloque-a em uma tigela grande ou no bowl da batedeira (que consiga bater massa de mão e possua o gancho próprio para essa função), com a farinha, a manteiga amolecida, o ovo e o açúcar.
Amorne o leite, dissolva nele o fermento e junte-o aos demais ingredientes. Comece a misturar e, depois de alguns minutos, acrescente o sal.
Depois de aproximadamente 10 minutos sovando, divida a massa em 3 partes e forme, com cada uma delas, pães de formato oval ou redondo.
Disponha-os bem distantes um do outro sobre uma assadeira forrada com papel-manteiga. Cubra-os com um pano umedecido e deixe crescer por 2 horas em local quente (entre 25 e 27 °C), até dobrarem de volume.
Bata a gema com 1 colher (sopa) de água, pincele com ela a superfície dos pães e asse-os em forno preaquecido a 170 °C por 30 a 40 minutos, até que a superfície esteja bem dourada.

Rende aproximadamente 800g de pão.
Receita do livro A Grande Cozinha Pães de Cia, da Abril Coleções.


Suco detox termogênico


Nesses três anos sem postar aconteceram muitas mudanças na minha vida.  Algumas foram ruins, mas serviram para que eu pudesse evoluir; outras foram muito boas e, entre elas, uma que se destacou foi a introdução de alimentos mais saudáveis no meu dia-a-dia. Tenho me esforçado bastante para não comer tantas besteiras e dar mais prioridade aos legumes, frutas e verduras.
Hoje em dia, com o auxílio da internet, ficou mais fácil encontrar receitas fit, light, e saudáveis. Posso garantir que com o tempo nós aprendemos a gostar até dos alimentos que antes “torcíamos o nariz”. Confesso que coentro era um deles e hoje eu adoro.
Uma das receitas que experimentei e achei deliciosa foi esse suco, que eu encontrei no blog da Lucilia. Gosto tanto dele que tenho pedaços de melancia congelados na geladeira para prepará-lo na hora que bate a vontade.


Ingredientes:
3 xícaras (chá) de melancia em cubos
1/3 xícara (chá) de água de coco
1 pedaço de gengibre
½ limão
3 pedras de gelo

Modo de preparo:
Junte no liquidificador as frutas em cubos e a água de coco.
Acrescente gengibre e gelo.
Bata até triturar completamente.


Coe (prefiro não coar) e sirva em seguida.

Donuts



Gente, quanto tempo!!!! Quase três anos sem aparecer por aqui.
Sinto como se estivesse entrando em uma casa abandonada. As coisas estão exatamente do jeito que deixei quando estive aqui pela última vez. Passo o dedo por um dos móveis e ele está coberto de pó... Bem como no clipe da Adele. Posso até escutar ela ao fundo, como uma trilha sonora: Hello, can you hear me?
Confesso que sinto uma enorme dificuldade em continuar escrevendo esse texto. É como se fossemos velhos amigos que há anos não se veem e, diante de um reencontro, as palavras não se encontram e as bocas calam-se.
Enfim, vou apenas comentar que encontrei esta receita na internet e que ela agradou muito. Os donuts ficaram bem fofinhos, mas lembre-se que tem que comê-los no mesmo dia; depois eles ficam mais ressecados.
Uma boa xícara de café sem açúcar se torna um acompanhamento perfeito!


Ingredientes:

250g de farinha de trigo (sem fermento)
5g (meio pacote) de fermento para pão
40g de açúcar
100ml de leite
50g de manteiga
1 ovo
Uma pitada de sal
Óleo para fritar

Modo de preparo:

Na batedeira, utilizando o gancho próprio para o preparo de massas, bata a farinha, o fermento, o açúcar, o leite, o ovo e o sal até formar uma massa homogênea. Acrescente a manteiga e bata mais um pouco, em velocidade máxima. Se precisar, acrescente aos poucos mais farinha até que a massa fique lisa e desgrude das mãos.
Transfira a massa para uma superfície enfarinhada e, com o auxílio de um rolo, abra-a, deixando-a com uma espessura de 1 cm. Corte-a em círculos, usando um cortador de massa de 7 cm de diâmetro. Usando outro cortador menor, faça os furos no centro dos círculos.
Coloque os donuts em uma assadeira untada, ou utilize um silpat, deixando um espaço entre eles e cubra com um pano. Deixe crescer até que dobre de volume (o tempo é variável, pois nos dias em que a temperatura está quente, eles crescem mais rápido; diferentemente do que acontece nos dias frios).
Preaqueça o forno a 160º C e asse os donuts por aproximadamente 15 minutos. Retire-os do forno e frite-os em óleo quente até deixa-los dourados. Coloque-os sobre um papel tolha para absorver o excesso de oleosidade e, assim que esfriarem um pouco, coloque a cobertura desejada.
Rende aproximadamente 14 unidades.

Nesse post tem duas sugestões de cobertura, mas você pode cobrir com geleia, pasta de amendoim ou qualquer outra coisa que lhe agrade.


Muffin de milho e bacon

Gente, sério: Façam!
Eu adorei muito esse muffin bem fofinho e salgado.
Foi a primeira vez que eu preparei uma receita do chef Curtis Stone e fui agradavelmente surpreendida pelo resultado.
Quem gosta de cozinhar sabe que muitas vezes adquirimos um livro de gastronomia e em seguida mais outro e outro... e fica difícil até escolher uma receita para preparar, tamanha a quantidade de opções gostosas que temos.
Esse livro é um exemplo claro disso; comprei há tempos e acabei demorando a preparar uma de suas receitas.
Já aproveitei para anotar a próxima receita desse mesmo livro e acredito que também será deliciosa.


Ingredientes:
350g de bacon picado grosseiramente
1 espiga de milho verde debulhada
2 ½ xícaras de farinha de trigo
4 colheres (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de sal *
¼ de colher (chá) de pimenta-de-caiena
1 ¼ de xícara de leite integral
3 ovos grandes
2 xícaras (chá) de queijo cheddar branco ralado – substituí por minas meia cura
1/3 de xícara de cebolete fresca picada
Manteiga com sal para servir

Modo de preparo:
Preaqueça o forno a 200 °C. Frite o bacon em uma frigideira de fundo grosso em fogo médio por cerca de 8 minutos ou até ficar crocante. Com uma escumadeira, coloque o bacon sobre o papel toalha. Pincele 12 fôrmas de muffin de tamanho padrão com um pouco da gordura do bacon que ficou na frigideira; reserve ½ xícara dessa gordura e descarte o restante. **
Use uma faca afiada para cortar os grãos de milho da espiga. Você precisará de cerca de 1 xícara de grãos.
Use a batedeira manual para misturar a farinha, o fermento, o sal e a pimenta-de-caina em uma tigela grande.
Em uma tigela, bata o leite, os ovos e a gordura de bacon reservada, 1 ½ xícara do queijo, o milho e a cebolete.
Despeje o conteúdo dessa tigela na outra com a farinha e bata só até misturar. Despeje a massa nas forminhas, em quantidades iguais, e polvilhe com o restante do queijo ralado. Asse por 18 minutos ou até que os muffins estejam dourados e um palito enfiado na massa limpo. Deixe-os esfriar um pouco e depois passe uma faca afiada pelas bordas para soltá-los. Desenforme sirva-os mornos com a manteiga com sal.


* Não usei porque o muffin já fica bastante salgadinho por causa do bacon.
** Eu substituí a gordura do bacon por óleo de canola. 
  
Rende 12 unidades.
Receita do livro As preferidas do chef Curtis Stone, de Curtis Stone. Editora Larousse.

Camarão com batata

Vou confessar que não são os malefícios que o consumo de fritura fazem para o nosso organismo que me impedem de prepará-la. O maior problema é a sujeira que a mesma produz em minha cozinha. Vergonhoso, eu sei. Mas para que mentir, não é mesmo?
Quem tem que limpar um fogão respingado de óleo e passar um paninho com Mr Músculo desengordurante na cozinha inteira, sabe do que eu estou falando. Viram, aqui também rola um jabá gratuito ;)
Li no livro da Annie Bell que esse prato de camarão e batata, que parece fritura mas é assado, poderia ser considerado saudável e que a batata tinha um encanto indescritível e era crocante nas bordas. Ela tem razão: as batatas são demais! Acrescentei algumas folhinhas de alecrim na receita porque eu adoro essa combinação.
Os camarões são realmente bons. Lógico que não são iguais aos fritos por imersão, mas são repletos de sabor. Experimente pingar gotas de limão siciliano sobre eles para deixá-los ainda mais gostosos.


Ingredientes:

Camarão
200g de migalhas de pão integral – substituí por panko
350g de camarão-rosa ou tigre
Farinha de trigo para empanar
2 ovos batidos
Azeite
Tempero a gosto – usei apenas sal e pimenta-do-reino
Salsinha grosseiramente picada e metades de limão para servir

Batata
1,2 kg de batata grande descascadas
Raspas da casca de 1 limão
Azeite de oliva extravirgem
1 colher (sopa) de suco de limão
40g de manteiga sem sal
Sal e pimenta-do-reino

Modo de preparo: 
Preaqueça o forno a 220 °C. Coloque uma fina camada de migalhas de pão em uma assadeira e leve ao forno por 6-8 minutos, até estar levemente dourado. Retire do forno e deixe esfriar.
Corte as batatas, no sentido do comprimento, com 1 cm de espessura e, em seguida, corte-as em fatias grandes. Arranje-as em uma assadeira com cerca de 38 cm x 25 cm e junte as raspas de limão. Regue com 2 colheres (sopa) de azeite e o suco de limão. Espalhe a manteiga e tempere. Cubra a assadeira com papel-alumínio e asse por 20 minutos. Solte as fatias de batata com uma espátula, dê uma mexida e asse-as, descobertas, por mais 30-35 minutos, até ficarem douradas e caramelizadas, mexendo na metade do tempo de cozimento.
Ao final do cozimento da batata, seque os camarões em papel toalha. Amasse as migalhas de pão entre os dedos em uma tigela rasa para quebrar eventuais pedaços grandes. Junte um pouco de tempero e 4 colheres (sopa) de azeite até que as migalhas fiquem uniformes e levemente recobertas. Coloque a farinha de trigo e o ovo batido em tigelas separadas.
Passe os camarões na farinha de trigo um pouco por vez. Mergulhe-os no ovo e depois nas migalhas de pão e coloque-os numa assadeira grande, ligeiramente afastados um do outro. Asse os camarões por 6-7 minutos, até ficarem crocantes e levemente dourados. Polvilhe a salsinha e sirva imediatamente, acompanhados pelas metades de limão.

Rende 4 porções.
Receita do livro Jantar - simples, prático e delicioso, de Annie Bell. Editora Larousse.